Home Formato de CEP no Brasil

Formato de CEP no Brasil

Falar apenas um pouco sobre o CEP para você entender como ele funciona. Este site já mostrou a lista completa de CEPs no Brasil por localidade e logradouro, mas o banco de dados foi extinto.

O que é um CEP?

O CEP é o termo usado para descrever o sistema de código endereçamento postal no Brasil, nos Estados unidos e em vários outros Países. É uma série de números que comunica informações sobre pessoas em diferentes agrupamentos geográficos. O sistema de CEP no Brasil 00000-000 é composto de 8 numerais, 3 deles, da direita para a esquerda, separados por um hífen.

Confira nos Correios:

Qual a importância dos códigos de endereçamentos postais – CEPs?

Os dados do código postal são parte integrante das operações comerciais no Brasil. É um parâmetro importante para enviar e-mail, gerenciar detecção de fraude ou pesquisar informações demográficas. Você pode por exemplo, rastrear um pedido feito pela internet, ou enviar uma carta de envelope, como antigamente.

O objetivo deste artigo é ajudá-lo a entender o contexto por trás dessa combinação de números com mais profundidade e detalhes, para que você possa alavancar efetivamente esse ponto de dados em seus negócios.

A função do CEP é processar os dados com rapidez e eficiência. Erros nos códigos postais podem resultar em atrasos no processamento. O que você notará é que cada dígito em um CEP transmite significado como parte de um plano metódico.

O formato inicial do CEP em todos os Estados Brasileiros

  • 01000-000 a 09999-999 – Região Metropolitana de São Paulo incluindo os subúrbios ou fora da região metropolitana de São Paulo
  • 11000-000 a 19999-999 – Estado de São Paulo
  • 20000-000 a 28999-999 – Estado do Rio de Janeiro
  • 29000-000 a 29999-999 – Estado do Espírito Santo
  • 30000-000 a 39999-999 – Estado de Minas Gerais
  • 40.000-000 a 48.999-999 – Estado da Bahia
  • 49.000-000 a 49999-999 – Estado de Sergipe
  • 50000-000 a 56999-999 – Estado de Pernambuco
  • 57000-000 a 57999-999 – Estado de Alagoas
  • 58.000-000 a 58.999-999 – Estado da Paraíba
  • 59000-000 a 59999-999 – Estado do Rio Grande do Norte
  • 60.000-000 a 63.999-999 – Estado do Ceará
  • 64000-000 a 64999-999 – Estado do Piauí
  • 65000-000 a 65999-999 – Estado do Maranhão
  • 66000-000 a 68899-999 – Estado do Pará
  • 68900-000 a 68999-999 – Estado do Amapá
  • 69000-000 a 69299-999 – Estado do Amazonas (parte 1)
  • 69300-000 a 69399-999 – Estado de Roraima
  • 69400-000 a 69899-999 – Estado do Amazonas (parte 2)
  • 69900-000 a 69999-999 – Estado do Acre
  • 70000-000 a 72799-999 – Distrito Federal (parte 1)
  • 72800-000 a 72999-999 – Estado de Goiás (parte 1)
  • 73000-000 a 73699-999 – Distrito Federal (parte 2)
  • 73700-000 a 76799-999 – Estado de Goiás (parte 2)
  • 76800-000 a 76999-999 – Estado de Rondônia (parte 1)
  • 77.000-000 a 77.999-999 – Estado do Tocantins
  • 78.000-000 a 78899-999 – Estado de Mato Grosso
  • 78900-000 a 78999-999 – Estado de Rondônia (parte 2)
  • 79.000-000 a 79999-999 – Estado de Mato Grosso do Sul
  • 80000-000 a 87999-999 – Estado do Paraná
  • 88.000-000 a 8.9999-999 – Estado de Santa Catarina
  • 90000-000 a 99999-999 – Estado do Rio Grande do Sul